Sua vida no enfoque do Terceiro Milínio — Um Estilo de Vida

     

Ligado e aliado

Espiritualidade no dia-a-dia

Harmonia entre natureza e graça

Crescimento orgânico


home

mailto Instituto Secular dos Irmãos de Maria de Schoenstatt, 24.06.2000

Espiritualidade no dia-a-dia

"Não se pode manter o espírito no meio da voragem da vida de uma cidade grande moderna, sem um contínuo contato subterrâneo com uma fonte fecunda de vida" (08.01.1961)
Se Deus fosse considerado o centro dos elementos culturais da vida pública, os homens voltariam para casa, após a sua atividade do dia, repletos, realizados e satisfeitos. Mario fez a experiência de que, muitas vezes, isto não acontece.
No meio da natureza do vale Elqui, no silêncio harmonioso de uma igreja, era fácil descobrir a Deus e manter contato com Ele. Porém, a maior parte do seu tempo, Mario passou no escritório, nos meios públicos, em salas de conferências, nas ruas de Santiago. Um "horário espiritual" – controle diário por escrito, como é de praxe entre os Schoenstatianos – ajuda para que se determine como vai ser o dia e para que ele não seja determinado pelos acontecimentos que se sucedem constantemente.
Outro ponto da espiritualidade laical de Schoenstatt é o "Ideal Pessoal" conquistado com "propósitos particulares". Qual é a grande e original idéia que Deus tem de mim? A partir de 1948, Mario foi a procura desta idéia, até encontrar uma formulação adequada e um símbolo para ela. Queria ser um cálice vivo: unir na vida de trabalho do dia-a-dia, as fontes da vida sobrenatural com a riqueza do mundo natural, empenhando-se pela harmonia entre natureza e graça. Continuamente, procura lapidar a fórmula do seu Ideal Pessoal e em janeiro de 1961 confere-lhe a forma definitiva: "Como Maria, cálice vivo, portador de Cristo!" Para que este seu "mistério" se torne eficaz em sua vida pessoal, se propõem pequenos pontos a alcancar no seu dia-a-dia:
"Tomei como propósito particular, desde sexta-feira, combater minha despreocupação nos trabalhos do escritório, e lutar para manter a máxima atenção e interesse nele e não desperdiçar o tempo de trabalho; para tornar mais concreto este propósito, revesti-o da seguinte forma: cada vez que percebo a tendência de distrair-me durante as horas no escritório, tirarei a imagem da MTA da carteira, e aproveitarei esse momento para pedir o seu auxílio." (09.01.1955)
Mario conhece ainda outras fontes vitais e importantes para ele: a Capelinha de Schoenstatt em Bellavista, a vinculação com os membros do seu grupo e com os seus coirmãos.

Segue: Harmonia entre natureza e graça