Sua vida no enfoque do Terceiro Milínio — Um Estilo de Vida

     

Ligado e aliado

Espiritualidade no dia-a-dia

Harmonia entre natureza e graça

Crescimento orgânico


home

mailto Instituto Secular dos Irmãos de Maria de Schoenstatt, 24.06.2000

Ligado e aliado

O homem moderno dá importância ao "estar ligado". Telefone Celular e Internet, por exemplo, abrem possibilidades de união antes inimagináveis. Também "ser aliado" tem uma longa tradição, desde tempos remotos até a história moderna. Os homens sempre procuraram aliar-se uns aos outros.
Esta observação mostra duas necessidades fundamentais: O homem precisa viver dentro de vínculos familiares ou de amizade e em mútua segurança.
A vida moderna, porém, mesmo com todos os seus recursos, não nos facilita viver ligados e aliados. Pela mobilidade exigida, muitos há que ocupam sempre menos tempo com as mesmas pessoas. Nesta situação, dificilmente crescem e se formam vínculos e os que existem se rompem facilmente. A tendência ao anonimato nas grandes cidades e a realidade que hoje a grande maioria vive nelas, também são contrárias à união. O mesmo vale para a segurança. Maior mobilidade traz consigo maior insegurança. Catástrofes mundiais e um século saturado de guerras não promovem o sentimento de segurança.
Mario Hiriart descobriu junto com os amigos do seu grupo, e posteriormente no Instituo dos Irmãos de Maria, a espiritualidade de Schoenstatt e a viveu. Pôde experimentar, até as raízes do seu ser humano, os benefícios do que significa estar ligado e ser aliado. Em seu grupo e depois junto com seus coirmãos, que procuravam viver os mesmos ideais cristãos, experimentou relações humanas com as quais sentia-se bem. Unido com eles, aliou-se conscientemente à Mãe de Deus, ao Deus Pai, ao Cristo, ao Espírito Santo. A alegria e a tranqüilidade que dele se irradiavam testemunham, até hoje, a profundidade desse viver ligado e aliado.

Segue: Espiritualidade no dia-a-dia